BabeliUM – o nome do Centro de Línguas faz alusão ao mito da torre de Babel, mas em vez de entender a confusão das línguas como um castigo divino, o BabeliUM adota uma outra interpretação, surgida a partir do Iluminismo, segundo a qual a pluralidade linguística e cultural é vista como uma dádiva e uma riqueza. É neste espírito que o BabeliUM se propõe contribuir para que a Universidade do Minho seja uma universidade multilingue aberta ao mundo, em consonância com as políticas do Conselho de Europa e da União Europeia e com as recomendações da EUA (European University Association).


Visite o site do​ BabeliUM​.​​