Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
EN PT

 Diacrítica


​A Diacrítica é a revista científica do Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho – CEHUM, afirmando-se ao longo de mais de três décadas como uma referência, ao nível nacional e internacional, na difusão de estudos académicos de qualidade nas diversas áreas das Humanidades.

Nascida em 1986, por iniciativa do fundador e primeiro diretor do CEHUM, Prof. Vítor Aguiar e Silva, foi uma publicação especializada com periodicidade anual até 2001, tendo sido publicados segundo esse modelo os 16 primeiros números.

A partir do número 17 (2003), a revista foi objeto de uma dupla renovação, tendo sido alterada a sua imagem gráfica e passando a ser publicada em três volumes – Diacrítica-Linguística (17.1); Diacrítica-Filosofia e Cultura (17.2); e Diacrítica-Literatura (17.3). Desde o número 24.1 (2010), a Diacrítica adotou o sistema de arbitragem científica por pares (double blind peer review) e passou a estar indexada à SciELO (Scientific Electronic Library Online). A classificação relativamente ao quadriénio 2013-2016 da Qualis é de A1 (Letras/Linguística).

Mantendo o compromisso científico de publicação de referência nacional e internacional na área das Humanidades, a partir de 2017, a Diacrítica passou a publicação online, através do Open Journal System(OJS), com periodicidade trianual.

Todos os números da Diacrítica passaram a ser temáticos, aceitando-se ainda a submissão de trabalhos atemáticos, a publicar na secção Varia. A revista publica também entrevistas e recensões críticas desde que se enquadrem nos parâmetros temáticos e de qualidade estabelecidos pelos editores.

A Diacrítica é apoiada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).